quarta-feira, 24 de maio de 2017

Moradia e educação andam lado a lado na luta pelo progresso



No último domingo, 21, em torno de mil e duzentas (1.200) pessoas de diversas comunidades da zona leste de São Paulo compareceu na reunião mensal com líderes do Movimento pela Moradia em São Miguel Paulista (SP) que aconteceu pela manhã.

Padre Ticão e o líder Dalcides Neto pronunciaram-se sobre questões interligadas ao programa, sem deixar de falar de saúde e, principalmente, de educação, que norteou a maior parte das pautas do evento. A reunião tratou também, com antecipação, sobre os marcos e as comemorações de 31 anos do Movimento da Luta da Moradia da Zona Leste, a serem iniciadas no próximo mês de julho.


Dalcides Neto lembrou que presença e solidariedade são aspectos fundamentais de pontuação e que a automatização dos crachás tem sido fundamental para o bom andamento desse controle por parte dos participantes. "Através do site sabemos quem realmente participa de encontros como este, seja da região do Itaim Paulista, Penha, Itaquera, Itaquaquecetuba; estamos acompanhando de perto a presença de todas essas pessoas. Sem luta não há conquista, mas juntos é possível vencermos as dificuldades apresentadas. Precisamos dessa participação", afirmou Neto.

Questões relacionadas às políticas públicas enfaticamente foram pontuadas por ambos e padre Ticão reforçou que os carros- chefe do Movimento são saúde e educação, além de moradia, e que a cultura simples de educação cotidiana – por exemplo, com ações relacionadas à nota fiscal – precisa ser colocada em prática em todos os momentos. "A gente tem que ter o hábito de pedir nota fiscal, pois o dinheiro das políticas públicas vem dos impostos. Precisamos colocar essa ação em prática para aumentarmos os recursos das moradias pretendidos", explicou o padre. "A cultura brasileira pensa que o imposto é só de renda e não é verdade", complementou conscientizando os presentes.

O líder Neto pontuou ainda que a educação está interligada à cultura e as moradias à qualidade de vida. "Queremos, precisamos e vamos entregar a cidadania completa para vocês e, por isso, estamos aqui hoje. Por isso, promovemos essas reuniões. O movimento é livre para vocês e temos que lutar juntos", entusiasmou-se Dalcides Neto.

Por fim, o padre Ticão lembrou que perseverança tem que ser uma característica de todos os presentes para que a luta pelo progresso vire a realidade: a conquista da moradia. E puxou o coro "De Itaim a São Miguel, ninguém mais paga aluguel".

Continue acompanhando mais informações sobre as assembleias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário